/pt/conselho/1006/caminhadadocapitulo1007
Congregação das Irmãs de São José de Chambéry | NOTÍCIAS

Choose your language:


  • NOTÍCIAS

    11 de Jul, 2021

    CAMINHADA DO CAP√ćTULO / 10-07


    Caminhando com o Carisma que une as pessoas e suas diferenças

     

    O segundo dia do Cap√≠tulo foi muito intenso e iluminador. Depois da ora√ß√£o dirigida pelas Irm√£s da Prov√≠ncia da Noruega, Ir. Marian Murcia - facilitadora do processo - pediu √†s capitulares que compartilhassem livremente "pensamentos e sentimentos experienciados no dia anterior", para que o plen√°rio ressoasse as reflex√Ķes que perpassaram com os temas tratados abordados no primeiro dia da segunda sess√£o capitular. O feedback foi seguido pela reflex√£o de Ir. Marian Ambr√≥sio que serviu como elo de liga√ß√£o com a reflex√£o realizada no dia de ontem. Irm√£ Marian lembrou que a vida religiosa √© um sinal de Deus que precisa ser compreendido pelas pessoas. O carisma √© a luz que chama a servir a Deus; o carisma, nas Congrega√ß√Ķes, une pessoas diferentes e, por sua vez, une as diferen√ßas.

     

    Escuta e partilha

     

    As capitulares, em continuidade, foram convidadas a trabalhar em grupos de línguas mistas para iniciar a reflexão sobre as 27 prioridades que foram trabalhadas em nível de congregação nos meses anteriores ao Capítulo. Irmã Marian enfatizou que o desafio era o de identificar prioridades que tivessem o selo do carisma de comunhão - típico das Irmãs de São José de Chambéry.

     

    O trabalhar em grupos de l√≠nguas mistas foi muito interessante. Depois de um tempo de escuta m√ļtua, onde cada delegada compartilhou a prioridade que elegeu como a mais importante para a congrega√ß√£o neste momento hist√≥rico, o grupo foi convidado a chegar a um consenso e a apresentar apenas duas prioridades no plen√°rio. A escuta foi muito atenta e enriquecedora envolveu as Irm√£s. As duas prioridades, seguidas pelas raz√Ķes da escolha de cada uma foram levadas √† assembleia pela secret√°ria de cada grupo.

     

    A converg√™ncia das escolhas das prioridades pelos grupos, apresentadas no plen√°rio, foi interessante e quase inquietante. Das 27 prioridades elencadas inicialmente, duas emergiram com um n√ļmero alto de prefer√™ncia pelos 8 grupos de trabalho, juntamente com algumas outras express√Ķes que, refor√ßada por alguns membros, seria bom considerar a voz das minorias, pois Deus pode estar falando atrav√©s destas tamb√©m. As prioridades mais acentuadas foram: ‚ÄúRecriar ou reinventar a nossa forma de viver a miss√£o em todas as fases da vida, para responder √†s necessidades de hoje e testemunhar a presen√ßa amorosa de Deus‚ÄĚ e ‚ÄúDesenvolver uma compreens√£o mais profunda do que significa viver um estilo de vida intercultural, aberto a uma escuta mais profunda, ao perd√£o, √† aceita√ß√£o m√ļtua e ao conhecimento e respeito das diferen√ßas culturais ‚ÄĚ.¬† Alguns membros mais jovens sugeriram que se pense em incluir aspectos mais concretos; uma preocupa√ß√£o apresentada e que certamente ser√° contemplada ao longo do processo de discernimento. Por enquanto, precisamos ter paci√™ncia, continuar a escutar e permitir que os questionamentos nos toquem, sem apressar as conclus√Ķes.

     

    Ser anjas umas para as outras

     

    Ao encerrar este segundo dia desta sessão capitular, Ir. Marian Ambrósio dirigindo a palavra às presentes, convidou que cada uma procurasse ser uma para a outra como o anjo que falava e cuidava da vida de São José também enquanto dormia, desde o momento em que tomou a decisão de proteger  “a criança e sua mãe".

     

     

    Ir. Rosalba Scaturro - Província da Itália

     

    Galeria de Imagens:




    Comentários