• Notícias Gerais

    07 de Mar, 2019

    8 de março, DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES



    Queridas Irmãs, Leigas e Leigos do Pequeno Projeto e Amigos,
    O caminho para o reconhecimento da dignidade e dos direitos das mulheres é talvez a mais longa revolução da história.

    Na agenda da ONU para o Dia Internacional da Mulher deste ano está o tema "Rumo a um Planeta 50-50 em 2030". É um tema que busca reforçar o papel das mulheres em todos os níveis. Colocar o foco na igualdade de gênero, ainda por vir, requer políticas adequadas em matéria de remuneração e emprego, serviços públicos, incluindo proteção contra violência doméstica e sexual, e acesso à educação e tecnologia, a fim de promover o avanço de mulheres e meninas.

    A pesquisa das Nações Unidas está longe de ser encorajadora. Menos da metade das mulheres adultas são empregadas no mercado de trabalho oficial e com um salário de 20 a 40% mais baixo do que o dos homens em termos profissionais. Um terço das mulheres trabalhadoras deixam o emprego por causa da maternidade.

    Femicídio, estupro, assédio nas ruas e no trabalho, e os abusos e violências perpetrados on-line como continuação da violência doméstica são uma praga que quase todos os dias figuram vergonhosamente nos noticiários em todo o mundo. Não existe uma idade particular para este vórtice desumano de violência, que em muitos casos já ocorreu antes dos 20 anos de idade. O que estamos fazendo para mudar a cultura e as tradições que nutrem e alimentam a desigualdade feminina? Como estamos comprometidas/os em derrubar a ordem que, como um dado “natural”, foi autorizada a continuar a dominação de um sexo sobre o outro por séculos?

    O Papa Francisco observou recentemente que “a persistência de uma certa mentalidade machista existente, mesmo nas sociedades mais avançadas, transforma as mulheres em súditas e, na Igreja, seu serviço“se resume mais a papéis de servidão do que de serviço verdadeiro”.

    As mulheres têm o direito de serem livres para viver sem medo, para se locomoverem ou se sentirem seguras em seus lares, para desenvolver seu potencial, para participar da tomada de decisões e serem reconhecidas em sua dignidade. Em diferentes áreas do planeta, nossas comunidades estão lutando ao lado das mulheres, construindo caminhos de avanço social e empoderamento, mas ainda é uma ação local.

    A desigualdade de gênero é universal, mas de maneira alguma é inevitável. Parar a desigualdade de gênero requer a mobilização de todos os movimentos nacionais de mulheres, líderes, organizações e indivíduos. Queremos fazer parte disso? Queremos contribuir para um mundo em que mulheres de todas as culturas e religiões tenham os mesmos direitos e a mesma liberdade que os homens? Vamos nos juntar às melhores iniciativas de mobilização e campanhas de conscientização em nossa sociedade e na Igreja Católica, buscando fortalecer as vozes de todas as mulheres e lutar por seu reconhecimento.

    Um Bom Dia para as Mulheres, para todas vocês, Irmãs, Leigos e Leigas e a todos os Amigos do sexo masculino que reconhecem o gênero feminino e querem um "planeta 50-50"!

    O Conselho Geral
     




    Compartilhe:

    Galeria de Fotos


    Envie seu comentário!

    *Campos marcados com  barra são de preenchimento obrigatório.
    Leia também:
  • 22 de Mai, 2019

    Missão em Pilzen, República Tcheca, comemora a conclusão de seu trabalho missionário


      No sábado, 18 de maio de 2019, a Igreja de Pilzen, República Tcheca, reuniu-se para celebrar e agradecer às Irmãs Gisela Heitz e Jaya Mathew pelos ... leia +
  • 29 de Abr, 2019

    Noviças haitianas


    Em fevereiro deste ano duas jovens haitianas: Djhoulise Métellus e Yolecie Auguste (da Congregação de São José Vallier) celebraram a entrada para a... leia +
  • 28 de Abr, 2019

    Gestão Contemporânea


      Gestão é uma atividade comum a todos os seres humanos que estejam com um funcionamento suficiente de suas faculdades mentais, psicológicas e emocio... leia +
  • 19 de Abr, 2019

    Aleluia! Este é o dia em que Javé agiu: exultemo-nos e alegremo-nos com ele. (Sl 118)


      Queridas Irmãs, Leigos e Leigas, Amigos e amigas, Bênção Pascais a cada um e a cada uma de vocês! Nós olhamos para um túmulo vazio, um que er... leia +
  • 18 de Abr, 2019

    Formadas por Jesus para dar pés aos sonhos


     Irmãs de São José de Chambery, oriundas de diversas partes do mundo, participaram  da Sessão Internacional para Formadoras dos dias 1 a 14 de abril... leia +
  • 27 de Mar, 2019

    Chamada, escolhida e enviada em missão ...


       A vinda de jovens indianas à França para responder ao chamado à vida religiosa, envolveu toda a nossa congregação. Portanto, é justo que toda a co... leia +
  • 17 de Mar, 2019

    Memória dos meus 16.425 dias seguindo Jesus Cristo. Port/Esp


    Madina Moroña Suárez. Nacida en San Joaquín el 10 de mayo de 1973 – Profesión de los Primeros votos: 27 de febrero de 1994 Eu tenho a idad... leia +
  • 17 de Mar, 2019

    Festa de São José


       Março de 2019 Queridas Irmãs, Leigos e Leigas do Pequeno Projeto e amigos/as, “… depois de ter pensado nisso, apareceu-lhe um an... leia +
  • 28 de Fev, 2019

    Irmã Sally e o encontro no Vaticano sobre a Proteção de Menores na Igreja


     Queridas Irmãs, Obrigada pelas orações pelo encontro sobre a Proteção de Menores na Igreja realizado no Vaticano. Como vocês sabem, esta é uma sit... leia +
  • 22 de Fev, 2019

    Vivência Intercultural: Entrar no universo cultural do outro


     Hoje, todos nós vivemos num mundo cada dia mais conectado. Cada vez mais, vamos nos apropriando de meios e recursos tecnológicos diferentes, simple... leia +