• Notícias Gerais

    18 de Fev, 2019

    O Jovem, a fé e o Discernimento Vocacional


      

     

    Foi um privilégio para mim, como membro da UISG, participar da XV Assembléia Geral Ordinária, Sínodo dos Bispos, realizada de 3 a 28 de outubro de 2018 em Roma, Itália, com o objetivo de cuidar e acompanhar os jovens em sua jornada de discernimento vocacional durante este tempo de “mudança de época” na sociedade e na Igreja. Os organizadores viam o discernimento como um instrumento pastoral, capaz de identificar os caminhos que os jovens de hoje devem seguir. O discernimento não foi apenas para ajudar os jovens a ver seu caminho mais claramente, mas, para a Igreja ouvir sua realidade vista através dos olhos dos jovens, para que ela pudesse escolher fazer as mudanças necessárias para abraçar os jovens com suas esperanças, sonhos e perguntas, permitindo que eles sejam líderes na Igreja.

     

    Conhecer a realidade da juventude em nossa Igreja envolveu uma escuta atenta de suas experiências e de suas buscas de como melhor seguir Jesus e qual a melhor maneira de encontrar Deus. Era essencial que os Cardeais, os Bispos e todos os participantes vissem o contexto  atual em que os jovens vivem, não o que presumimos ser sua realidade. Isso aconteceu no Salão do Sínodo, em pequenos grupos de discussão e durante os intervalos e saídas.

     

    Fiquei impressionada com o nível de abertura e aceitação de todos os participantes, mas especialmente dos cardeais e bispos, que realmente tentaram escutar uns aos outros e aos jovens e permitir que os jovens respondessem ou reagissem à sua própria maneira, incluindo aplausos no Salão do Sínodo, quando ouviram o que consideraram apresentações cheias de esperança.

     

    Alguns dos jovens participantes do Sínodo e os que estiveram presentes nas reuniões pré-sinodais nem sempre se sentiram em casa ou foram bem- vindos à nossa Igreja. Enquanto muitos estavam envolvidos de alguma forma com a Igreja, muitas vezes como ministros da juventude ou diretores diocesanos da juventude, outros eram menos engajados. Uma jovem, criada como católica, nomeou-se agora como ateia, no entanto, uma pessoa que estava a procura.

     

    Os jovens pediram que os escutássemos, de maneira diferente, sem julgá-los e o que ouvíssemos em liberdade, estando dispostos a dialogar com eles. Os jovens querem que passemos tempo com eles e confiemos que não são jovens demais para serem responsáveis ou líderes em nossa Igreja. Os jovens são cheios de paixão, com experiências de vida variadas, algumas muito duras e dolorosas, como viver diariamente com a guerra no Iraque, ficar sem casa, ter pais abusivos.

     

    Todos eles têm  sede de aprofundar sua fé, conhecer mais sobre Deus e se envolver mais na Igreja. De nós, esperam respeito, aceitação, transparência, autenticidade, tempo, espaços onde possam se reunir conosco e compartilhar de nossa vulnerabilidade e nós compartilharmos com eles.

     

    Eles querem que todo o povo de Deus seja bem-vindo em nossas Igrejas, independentemente de seu gênero, orientação sexual, raça, status econômico. Os jovens nos oferecem grande generosidade, paixão por Deus, serviço aos mais pobres, energia para viver sonhos e apoiar a Igreja nos bons e maus momentos. De fato, em um dos últimos dias, ao oferecer ao Papa alguns pequenos presentes, um declarou: “e sempre apoiaremos você e nossa Igreja nos bons e maus momentos”. Foi um momento muito comovente e um apelo a cada um de nós.

    Ir. Sally Hodgdon





    Compartilhe:


    Envie seu comentário!

    *Campos marcados com  barra são de preenchimento obrigatório.
    Leia também:
  • 17 de Mar, 2019

    Memória dos meus 16.425 dias seguindo Jesus Cristo. Port/Esp


    Madina Moroña Suárez. Nacida en San Joaquín el 10 de mayo de 1973 – Profesión de los Primeros votos: 27 de febrero de 1994 Eu tenho a idad... leia +
  • 17 de Mar, 2019

    Festa de São José


       Março de 2019 Queridas Irmãs, Leigos e Leigas do Pequeno Projeto e amigos/as, “… depois de ter pensado nisso, apareceu-lhe um an... leia +
  • 07 de Mar, 2019

    8 de março, DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES


    Queridas Irmãs, Leigas e Leigos do Pequeno Projeto e Amigos, O caminho para o reconhecimento da dignidade e dos direitos das mulheres é talvez a ma... leia +
  • 28 de Fev, 2019

    Irmã Sally e o encontro no Vaticano sobre a Proteção de Menores na Igreja


     Queridas Irmãs, Obrigada pelas orações pelo encontro sobre a Proteção de Menores na Igreja realizado no Vaticano. Como vocês sabem, esta é uma sit... leia +
  • 22 de Fev, 2019

    Vivência Intercultural: Entrar no universo cultural do outro


     Hoje, todos nós vivemos num mundo cada dia mais conectado. Cada vez mais, vamos nos apropriando de meios e recursos tecnológicos diferentes, simple... leia +
  • 20 de Fev, 2019

    Papa convoca um Sínodo sobre a Amazônia.


     Papa Francisco ciente da situação da Amazônia, acolhe a proposta dos Bispos Latino-americanos para a convocação de um Sínodo da Amazônia. A ideia é... leia +
  • 17 de Fev, 2019

    Irmã Herman Joseph Pookoden


      Celine (Irmã Herman) nasceu em 24 de setembro de 1935, em Thrissur, Kerala, na Índia. Aos 20 anos, ela entrou no Convento de São José, em Sagar, na... leia +
  • 07 de Fev, 2019

    Interculturalidade


      No período de 23 de janeiro a 1° de fevereiro de 2019, aconteceu na sede da União Internacional das Superioras Gerais (UISG), o encontro sobre a In... leia +
  • 02 de Fev, 2019

    Brasil: Capítulo Provincial Eletivo


     Passamos para outra margem... A Província Brasileira concluiu, no dia 30 de janeiro de 2019, em Itu/SP, o segundo Capítulo Provincial após a uni... leia +
  • 29 de Jan, 2019

    Província brasileira elege Nova Equipe Provincial


    A Província das Irmãs de São José de Chambéry no Brasil elegeu hoje, em 29 de janeiro de 2019, o novo Conselho Provincial que liderará a província nos... leia +