• Comissões Internacionais

    01 de Jul, 2013

    A Vivência da Unidade na Educação Formal


    “Não temas! Estou contigo! Eu te constituo para arrancar e destruir, plantar e construir, em missão de comunhão com Deus e com as Irmãs.”

    Desde que conheci a Congregação, muito me chama a atenção os aspectos do nosso carisma que se referem à preferência pelos empobrecidos. Em meu processo de cultivo pessoal, aprofundamento espiritual e qualificação profissional este tema sempre foi privilegiado para o enraizamento e norteamento da ação missionária. De uma coisa tenho certeza: nenhuma pessoa é pobre por opção. Por trás da pobreza estão os sistemas opressores da sociedade, sobretudo o político e o econômico, que sustentam a organização social e, muitas vezes, o religioso. Conecta-se a esta visão o profetismo da Vida Religiosa Consagrada, que considero o rosto autêntico da missão. Estes enfoques são alimentados, de maneira especial, pelas nossas Constituições. Ao assumir, na missão, os mais pobres, os empobrecidos, como feridas provocadas pelo sistema vigente, a justiça e a paz têm o seu preço, e sou testemunha desta realidade.

    Ao longo dos meus 25 anos de Vida Religiosa Consagrada, faz parte do cenário de minha missão, como Irmã de São José, os rostos dos empobrecidos: crianças, adolescentes, famílias marginalizadas, desempregados, bem como a organização das Comunidades de Base, os Movimentos e Pastorais Sociais, a Educação Popular e Libertadora, os Direitos Humanos, a Teologia da Libertação, a inserção em Meios Populares, a luta por políticas públicas e a formação de lideranças. É nessas realidades que eu busco criar um mundo mais justo e fraterno, onde cada pessoa seja reconhecida em sua dignidade de filho e filha de Deus.

    Destaco as atividades do Ensino Religioso Escolar, em que procuro trabalhar de forma que os alunos reflitam a dimensão espiritual de suas vidas, partilhem a realidade familiar, de trabalho, do círculo de amizades e, principalmente, reconheçam a presença de Deus na vida concreta. Os conteúdos que mais ajudam são os referentes ao amor de Deus, a criação do universo e os valores humanos e espirituais.

    O trabalho também se estende aos pais, com visitas domiciliares e atendimento escolar, a fim de identificar e ajudar os alunos com maior dificuldade de aprendizagem. Percebo claramente a vivência do nosso Carisma de Unidade no atendimento aos pais quando expressam: “Como foi bom falar com a senhora, estou saindo mais aliviada, mais tranquila e confiante...”. Ou então, quando os pais reconhecem o filho como parte deles e que, se o trato for com amor, o filho vai sentir e vai mudar.

    Outra importante atividade ligada à educação é o Projeto “Todo o (Meio) Ambiente é Nosso”, cujo objetivo é a formação de lideranças com visão de futuro: daqui a 10, 15 ou 20 anos essas crianças e adolescentes serão os pais e mães de famílias, serão as lideranças sociais, políticas e religiosas. O grupo faz atividades práticas: cuidar da escola, da rua em que mora, cultivar plantas ou flores na escola ou no jardim de casa. Em 2012, a ênfase foi a horta medicinal: identificação e cultivo das plantas que promovem curas alternativas ao uso da medicina tradicional. São 92 crianças e adolescentes participantes deste projeto. Elas demonstram mais harmonia, tranquilidade e responsabilidade com o meio em que vivem e na maneira de se relacionarem.

    Como religiosa consagrada, para mim os elementos essenciais são a atitude vigilante sobre a exigência profética da Vida Religiosa Consagrada, a ação conjunta como a Igreja e com ela e a fidelidade dinâmica e criativa ao nosso carisma de comunhão em resposta ao chamado e ao apelo de Deus na realidade de hoje, na realidade que nos cerca, seja ela local, nacional ou mundial.

    Irmã Iraci de Fátima Cirino dos Santos
    Província de Lagoa Vermelha, Brasil
     




    Compartilhe:

    Galeria de Imagens


    Envie seu comentário!

    *Campos marcados com  barra são de preenchimento obrigatório.
    Leia também:
  • 03 de Abr, 2018

    Diálogo Internacional sobre Migração


     Os Estados membros das Nações Unidas têm estado em conversações e negociações recentes sobre o Pacto Global para uma Migração Segura, Ordenada e Regu... leia +
  • 28 de Fev, 2018

    Pobreza multidimensional abordada na ONU


     Com o foco no SDG 1 (Fim da pobreza em todas as suas formas em todos os lugares), o tema da 56ª Comissão de Desenvolvimento Social deste ano (29 de j... leia +
  • 19 de Dez, 2017

    Declaração Universal dos Direitos Humanos


     Em 11 de dezembro, eu estava na ONU, em Nova York, para o início de uma campanha de um ano para marcar o 70º aniversário da Declaração Universal dos ... leia +
  • 20 de Nov, 2017

    Migrantes e a ONU


     Durante a minha presença mais recente na ONU, em Nova York, em 2 de novembro, ouvi o Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados dirigir-se ... leia +
  • 19 de Out, 2017

    CARTA ABERTA


     CARTA ABERTA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DE SÃO JOSÉ DE CHAMBÉRY   “Justiça e Paz se abraçarão” (Sl 85,11). “Eu vim para que todos/... leia +
  • 27 de Abr, 2017

    JPIC: Pinta-nos com a cor da carne


     O ser humano que somos é a revelação de Deus a ser descoberta e construída. Ele se encarna para que o nosso corpo assuma a cor de Sua carne, que noss... leia +
  • 04 de Abr, 2017

    Encontro da JPIC


     Esta manhã, 04 de abril, a nova Comissão Internacional de Justiça e Paz e Integridade da Criação (JPIC) começou seu primeiro encontro presencial na C... leia +
  • 22 de Mar, 2017

    Comissão Internacional de Finanças


     De 17 a 21 de março de 2017, em Roma, na Casa Geral, aconteceu o Encontro anual da Comissão Internacional de Finanças (CIF) da Congregação. Participa... leia +
  • 16 de Dez, 2013

    Quem faz o bem aos outros, está vivendo como Jesus que passou fazendo o bem...


    Eu, Irmã Ana Marília Citon, entrei na Congregação em 1947. Fiz Noviciado e após exerci o ofício de cozinheira durante 12 anos no Sanatório Psiquiátric... leia +
  • 26 de Nov, 2013

    JPIC: orações


    A Comissão de Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) da Congregação iniciou um projeto para implementar a Diretiva do Capítulo Geral 2009, que n... leia +