• Comissões Internacionais

    19 de Out, 2017

    CARTA ABERTA


     CARTA ABERTA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DE SÃO JOSÉ DE CHAMBÉRY
     
    “Justiça e Paz se abraçarão” (Sl 85,11).
    “Eu vim para que todos/as tenham vida e vida em abundância” (Jo 10,10).
     
     
    Nós, Irmãs de São José de Chambéry, ao celebrarmos 367 anos de fundação de nossa Congregação reafirmamos nossa presença profética de unidade e reconciliação num mundo fragmentado. Na fidelidade dinâmica e criativa à inspiração inicial, como mulheres consagradas, somos fortemente interpeladas pelos clamores dos pobres no atual contexto de nosso país. 
     
    A desacreditada situação do Brasil e a calamitosa realidade de milhões de brasileiros/as nos conclamam a fazer coro com tantas vozes e protestos num momento em que prevalecem rivalidade e conflito de interesses, onde a força oportunista se impõe em desfavor da maioria da população. Sofremos com um governo ilegítimo, articulado a partir de um golpe político-jurídico. Um congresso vendido vota, a “peso de ouro” e a “toque de caixa”, reformas que privam o povo de direitos alcançados em anos de luta. Privatizações irresponsáveis dilapidam o patrimônio nacional, enquanto empresas estrangeiras abocanham vantagens competitivas. A priorização da economia privilegia o mercado financeiro. Sobram contas polpudas em paraísos fiscais, quando não aparecem malas cheias de dinheiro vivo. Torna-se uma rotina a criminalização de movimentos, reivindicações e lideranças populares. Não compactuamos com essa realidade, com as situações de injustiça e tanto desrespeito aos direitos humanos.
     
    Como corpo congregacional, nós, Irmãs de São José de Chambéry, fiéis às nossas origens e ao clamor dos pobres e trabalhadores, à luz de nossos documentos, “olhamos com espírito crítico as realidades e as ideologias nelas ocultas, a fim de que nosso pensamento esteja de acordo com o Evangelho e nossa ação expresse suas exigências”. Renovamos nosso compromisso com o Deus da Vida, a serviço da Igreja e do mundo, lutando por participação democrática e empenhando-nos em ser, no meio do povo tão injustiçado, violado em sua dignidade humana e nos seus direitos, a “Congregação do grande Amor de Deus” como queriam nossas fundadoras e o fundador Pe. Jean Pierre Médaille. 
     
    Na Igreja e comprometidas com o povo, queremos construir um presente e um futuro de vida e de esperança, confiantes no Deus Trindade e na Mãe Aparecida. 
     
    Roma, 15 de outubro de 2017
     




    Compartilhe:


    Envie seu comentário!

    *Campos marcados com  barra são de preenchimento obrigatório.
    Leia também:
  • 19 de Ago, 2018

    Declaração como Corpo Congregacional sobre a Nicaragua


      Condenar a violência em curso na Nicarágua Solidariedade e Desejos de Paz na Nicarágua. Nos últimos meses o povo da Nicarágua tem sido ví... leia +
  • 11 de Ago, 2018

    Encontro Internacional da Comissão de Comunicação


    Comunciadoras de Esperança Profética  A Comissão Internacional de Comunicação da Congregação está reunida em Garibaldi de 08 a 13 de agosto para o ... leia +
  • 24 de Jun, 2018

    PROJARI, uma experiência de comunicação construtora da paz


     A Associação Beneficente São José, entidade das Irmãs de São José, através do projeto PROJARI, desenvolvido há 31 anos na cidade de Guaíba-RS/Brasil,... leia +
  • 03 de Abr, 2018

    Diálogo Internacional sobre Migração


     Os Estados membros das Nações Unidas têm estado em conversações e negociações recentes sobre o Pacto Global para uma Migração Segura, Ordenada e Regu... leia +
  • 28 de Fev, 2018

    Pobreza multidimensional abordada na ONU


     Com o foco no SDG 1 (Fim da pobreza em todas as suas formas em todos os lugares), o tema da 56ª Comissão de Desenvolvimento Social deste ano (29 de j... leia +
  • 19 de Dez, 2017

    Declaração Universal dos Direitos Humanos


     Em 11 de dezembro, eu estava na ONU, em Nova York, para o início de uma campanha de um ano para marcar o 70º aniversário da Declaração Universal dos ... leia +
  • 20 de Nov, 2017

    Migrantes e a ONU


     Durante a minha presença mais recente na ONU, em Nova York, em 2 de novembro, ouvi o Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados dirigir-se ... leia +
  • 27 de Abr, 2017

    JPIC: Pinta-nos com a cor da carne


     O ser humano que somos é a revelação de Deus a ser descoberta e construída. Ele se encarna para que o nosso corpo assuma a cor de Sua carne, que noss... leia +
  • 04 de Abr, 2017

    Encontro da JPIC


     Esta manhã, 04 de abril, a nova Comissão Internacional de Justiça e Paz e Integridade da Criação (JPIC) começou seu primeiro encontro presencial na C... leia +
  • 22 de Mar, 2017

    Comissão Internacional de Finanças


     De 17 a 21 de março de 2017, em Roma, na Casa Geral, aconteceu o Encontro anual da Comissão Internacional de Finanças (CIF) da Congregação. Participa... leia +