Escolha seu idioma:
Choose your language:
Seleccione su idioma:
Scegli la tua lingua:
Choisissez votre langue:
  • Conselho Amplo 2017

    12 de Dez, 2016

    Conselho Geral na Suécia


    De 01 a 12 de dezembro de 2016, as Irmãs Marielena Aceti e Ieda Tomazini, Conselheiras Gerais, visitaram a comunidade das Irmãs de São José, que moram em Sundsvall, na Suécia. A finalidade desta visita foi a de animar a vida e a missão das Irmãs que ali residem e de juntas pensar a continuidade da presença da Congregação neste país.

    As Irmãs de São José chegaram a Estocolmo, Suécia, no ano de 1962 para atender às necessidades de imigrantes que falavam a língua francesa. Com o passar do tempo, as Irmãs percebendo que no Sul da Suécia crescia o número de religiosos e religiosas, sentiram-se desafiadas a estar entre os mais necessitados, dirigindo-se ao norte do país, onde não havia e continua sendo escassa a presença de religiosos e padres para atender às necessidades do povo.

    As duas Irmãs remanescentes, Lila e Beatriz, são brasileiras e realizam um trabalho incansável junto aos novos imigrantes e refugiados, em Sundsvall, centro norte da Suécia. Elas são a única referência religiosa nesta região. Elas contam com a colaboração de leigos e leigas para realizarem a missão, que lhes é muito cara e desafiadora. A casa delas é a casa do povo. São vários os grupos que se reúnem ali para rezar, planejar, avaliar atividades que promovam a vida é a inclusão social das pessoas que as procuram ou a elas são enviadas, independentemente de raça, cor, religião, cultura, posição social. Elas já abrigaram refugiados, jovens e famílias em seu apartamento. Alguns destes por semanas, outros por meses. As experiências vividas por estas Irmãs são fascinantes e são uma resposta concreta ao apelo para a prática da hospitalidade e da solidariedade tão enfatizada nos discursos do Pontífice da Igreja católica, Papa Francisco. E, também, é um dos apelos da Congregação contidos no Documento Final do Capítulo Geral de 2015. As grandes interrogações são: Quem dará continuidade a esta missão? Quem se ocupará das dores e sofrimentos dos novos refugiados e imigrantes? Quem acolherá suas diferenças, os encaminhará e consolará com segurança e amor, sem julgá-los ou subjulgá-los? Quem os esclarecerá na vivência da fé e dos valores do Evangelho?

    Ir. Ieda Tomazini
    Conselheira Geral




    Compartilhe:

    Galeria de Fotos


    COMENTÁRIOS
    S. Marianne Bode, Denmark
    13/12/2016
    Thanks for this inportant comment on the mission of the sisters in Sweden. The first sisters arrived in 1862, 6 years after the mission in Denmark started. Great missionaries our sisters. Prayers and blessings.


    Envie seu comentário!

    *Campos marcados com  barra são de preenchimento obrigatório.